Como abrir uma conta na Interactive Brokers

14474000_1812630778983621_8356229147793555456_n

Hoje o dia começou feliz com um email que recebi da Interactive Brokers me dizendo que a minha conta havia sido aprovada e também o depósito inicial havia sido compensado. Eu esperava e queria isso há muito tempo, há mais de dois anos pra falar a verdade, mas tudo tem a sua hora, não adianta colocar o carro na frente dos bois. Esse depósito inicial para brasileiros é de U$10 mil, é uma quantia e tanto, e que demora para ser juntada.

Por quê escolhi a IB para ser a minha corretora no exterior?

Bem, eu pesquisei MUITO, MUITO mesmo, li e mandei e-mail para diversas corretoras. A primeira foi a OCBC Securities em Cingapura, depois de meia dúzia de perguntas me dispensaram tranquilamente. A segunda que mais gostei foi a Just to trade nos EUA, eles abrem conta para brasileiros e o pessoal estava gostando do serviço (mas eles só tem negócios nos EUA mesmo). Também a Charles Schwab nos EUA que é um banco e uma corretora ao mesmo tempo, oferece cartões, bons ETFs, conta bancária e corretagens baratas, uma boa pedida certamente, não me lembro se ela só vende ativos nos EUA, mas acho que sim. Depois estudei a Drive Wealth que parece ser muito boa e uma ótima opção para brasileiros, com site e app em português e também a possibilidade de comprar frações de ações e antigamente tinha opção de comprar por bitcoins. O que me chamou a atenção em querer comprar por ela foi a possibilidade de ser tudo por bitcoins, fui estudar o tema mas não me apeteceu tanto, tinha spread pra comprar o bitcoin, tinha spread do real por dólar, eu não estava interessado em perder 1,5-2,5% em cada remessa de dinheiro, isso beira o absurdo financeiramente falando, você paga um dividendo ao contrário para mandar o dinheiro. A drive wealth ainda é uma corretora relativamente nova e certamente ainda tem muito a crescer.

Agora vamos falar sobre a Interactive Brokers (não estou sendo pago pra isso).

A IB tem muitos anos de mercado, quase três décadas se não me engano.
A IB tem uma plataforma que compra ações em muitas bolsas no mundo, talvez seja a corretora que lhe dê mais acesso, você poderá comprar ações diretamente na Alemanha, em Hong Kong, Cingapura, IRLANDA E LUXEMBURGO, Australia, China, França, Inglaterra, Japão, só pra citar, além de ações também poderá comprar REITS, títulos das dívidas desses países, BONDs corporativos, ETFs em vários mercados, índices CORE, e por aí vai, enfim, quando você abre o broker da IB, você se sente o George Soros.
A IB é uma empresa de capital aberto, suas ações estão listadas na NYSE, então sempre você vai poder acompanhar a saúde financeira da corretora vendo os balanços dela.

Eu não sei bem ao certo, mas pelo que li, nos EUA, não existe algo como a nossa CBLC que guarda a custódia e escritura as suas ações em seu nome, então lá quem faz esse trabalho e tem essa responsabilidade é a sua própria corretora, pra isso ela tem que ter algumas certificações, a IB tem (são duas), isso é um sinal de que é uma corretora séria e que a probabilidade de fraude fica um pouco diminuída.  É bom que algo bom esteja cuidando da custódia das suas ações. O custo de manter a conta na IB é de U$10 mensais, com o plus da corretagem ser praticamente 1 dolar, e as corretagens são descontadas da mensalidade, então se eu fizer 3 ordens, vou pagar 3 dolares de corretagem e mais 7 para a mensalidade da corretora, nada mal, corretagem mais barata, inclusive do que a da Rico que eu uso aqui no Brasil.

O processo para abrir a conta é totalmente ON LINE, não precisa imprimir nada, nem mandar NADA pelos correios, você só precisa fazer o upload de seus documentos pessoais (passaporte e comprovante de endereço aqui do Brasil) e preencher os formulários e responder tudo on-line. Não é tão rápido, mas umas duas horas de PC você resolve. Confesso que dá um certo “medo” de mandar o dinheiro pra fora e comprar ações lá, mas isso tem que ser superado, é preciso desbravar novos mundo, não acho que valha a pena passar a vida toda investindo apenas no Brasil, em reais, e ficando vítima dos desmandos monetários e políticos que nos assolam desde o descobrimento.

Temos muitas empresas boas lá fora, muitas mesmo, tipo Google, Loreal, Berkshire, Apple, Johnson e Johnson e infinitas outras.

Agora você reparou que coloquei em azul e negrito Irlanda e Luxemburgo? Vou explicar.
A iShares tem centenas de produtos baseados lá. Esses produtos só pagam 15% de IR para os ativos baseados nos EUA e ainda reinvestem automaticamente os dividendos e não pagam distribuição, sendo assim o yield é zero mesmo. Acho uma boa estratégia para quem está investindo no longo prazo morando no Brasil, e é por aí que vou começar até me sentir bem para fazer outras coisas, mas por enquanto é isso. A vontade de fazer um pick stocking é imensa de fato, e posso até fazer algum picking de vez em quando, mas não é essa a minha meta inicialmente e estou bem com isso.

O site da iShares UK para estudar os produtos que eles oferecem é esse:

iShares UK

O site da Interactive Brokers é esse:

Interactive Brokers

Depois que eu fizer as primeiras compras vou postar aqui tudo, e a carteira também.

Grande abraço,
Frugal.

78 comentários sobre “Como abrir uma conta na Interactive Brokers

  1. Frugal,

    Parabéns por mais essa conquista, pretendo fazer o mesmo caminho que você em breve, rsrs.

    A propósito, você sabe se, assim como no BB Americas, é possível abrir a conta da IB de forma presencial? Eu estou pensando senão compensa ir para os EUA de uma vez e fazer tudo por lá mesmo…

    No caso do banco, o depósito minimo inicial cai para apenas USD 1.000,00!

    Abraços!

    Curtir

    1. opa Livr3! bom ver vc aqui! Não sei te responder, mas sei que a IB tem escritorios físicos tb. O chat deles eh bem rapido e respondem isso online. Se vc for lá por outra coisa pode tentar abrir no bb americas sim, mas ir só pra abrir olha o custo né.

      Eu acho que a IB nao vai aliviar nesse deposito inicial nao. Vc pode utilizar o mesmo depósito de 10k dolares para abrir as duas contas também. Pede o cartao sem anuidade do bb americas e diz que vai colocar o resto no money market, depois tira do money market e transfere pra IB. A sensação de ter a conta na IB é muito boa, é uma sensação de liberdade. To na torcida aqui por vc! Abraço!

      Curtir

  2. Frugal, você pretende comprar quais reits em Cingapura e Hong Kong? Como está sua análise deles? Estou fazendo uma triagem, excluindo inicialmente todos os que não apresentam crescimento consistente do FFO por ação e dívida controlada. Mas estou empacando na análise qualitativa. Como avaliar a qualidade dos imóveis? E dos inquilinos (já que são tantos)? Você sabe algum site onde podemos ver a média de preços por m2 das regiões de cada prédio?

    Curtir

    1. Opa Mamom, eu refleti muito sobre a compra direta em REITs, vc jah pensou na tributação disso? 30% em cima de cada distribuição? Acho que só vale a pena comprar via empresa off shore, eu pensei em abrir, mas ainda acho que tenho pouco capital pra isso, talvez em uns 5 anos eu possa abrir uma e migrar meus investimentos pra ela, é algo a se pensar. Sobre a compra de REITs na Ásia eu achei esse ETF interessante, dá uma olhada nele:

      LON:IASP

      Abraço!

      Curtir

    2. Mamom, vc gosta muito mesmo de estudar isso? Acha que vale a pena as horas desprendidas? A ishares tem isso aqui:

      The iShares Developed Markets Property Yield UCITS ETF gives investors exposure to real estate investment trusts operating in major developed markets that have a one year forecast dividend yield of at least 2%. It is well diversified with 300 underlying holdings, and currently offers a yield of 3.02%.

      300 reits de uma vez só. Isso é que é diversificação, estará recebendo aluguéis em muitas moedas e mercados diferentes. Acho que vale muito a pena.

      Curtir

  3. Adianto que a maioria não preenche os meus critérios (até agora só o Link REIT, mas sua dívida ainda me assusta). Descartei muitos só de olhar o crescimento inconstante ou até mesmo diminuição dos lucros .

    Curtir

  4. Olá Frugal! Meus parabéns pela conta na IB! Sucesso!

    Para um iniciante aqui, o que a Ishares faz? é uma empresa que administra ETFs?

    Entrei no site e não achei os produtos em Luxemburgo, onde você encontrou?

    Por fim, pelo home broker da IB vc vai comprar produtos da Ishares?

    Desculpe o questionário!

    Um abraço,

    Daniel

    Curtir

    1. Fala Daniel, isso mesmo, a ishares é uma família de produtos, a empresa mesmo se chama Black Rocks e é uma das mais poderosas do mundo financeiro, ela organiza e vende os etfs, tem tanto etfs ativos como passivos. Você entrou no site do UK, procure pelo site da ishares Luxemburgo no google que você acha facinho. Sim, pelo home broker da IB a gente consegue comprar os etfs ishares baseados na Irlanda e em Luxemburgo também, assim como milhões de empresas mundo afora. Pode ir perguntando, eu também estou aprendendo. Abraço!

      Curtir

    1. Opa André, acho que várias coisas, poder comprar mais empresas, poder comprar mais empresas de qualidade, me proteger um pouco da exposição 100% Brasil, ter ativos em outras moedas, poder comprar ETFs de qualidade, REITs, basicamente é isso, não que eu ache que é bem mais lucrativo investir no exterior, talvez até dê na mesma, é mais pela diversificação mesmo. Hoje comprei Berkshire Hathaway, são 64 empresas bem administradas num clique. Mais ou menos isso. Grande abraço!

      Curtir

      1. Entendo Frugal. Eu ainda resisto à essa ideia… É tão fácil ganhar dinheiro com os juros do Brasil rsrs. E aqui a gente acaba conhecendo mais do mercado de ações também. Eu não teria tempo (e nem saco) para acompanhar fatos relevantes em diversos países.

        A exposição 100% Brasil controlo com dólar e ouro. Enfim, acredito que isso (operar no exterior) talvez só desse lucro à custa de minha qualidade de vida.

        De qualquer forma, torço para que tudo dê certo Frugal! Será a continuidade de sua história de sucesso!

        Abração!

        Curtir

      2. É André, mas você é ciente dos riscos que está correndo, de estar exposto 100% ao real, ano passado nós vimos o real derreter 40% frente ao dolar, imagina se isso viesse para ficar, de uma hora para outra empobrecemos 40% em relação ao mundo, isso não é pouca coisa, imagina se daqui a 10 anos esse dólar vai para uns 6 reais, 8 reais, acho que a gente tem que se proteger, pelo menos um pouco da carteira investida no primeiro mundo, veja, o SP500 deu 6,6% anualizado acima da inflação americana, em dólar, desde 1808. Isso é o que o IPCA principal 2035 diz que paga. Numa perspectiva de longo prazo um investimento em índice pode nem ser tão ruim assim. Você já leu o livro “The boglehead guide to investiment”? Te indico. Abraço!

        Curtir

      3. Bom dia Frugal!

        Então, mas com falei anteriormente, eu tenho um bom seguro como dólar e ouro. Ambos valorizam muito em caso de depreciação do real. Sem esse tipo de seguro realmente não dá para ficar.

        NTNB 2035 está travado isso até 2035. Bolsa você sabe como que é.

        E outra: com esse excesso de crédito no mundo, estamos caminhando em mares nunca dantes vistos. Acho arriscado colocar uma grande parte em ações, principalmente em mercados que não conheço muito e que exigiria grande demanda de tempo para estudá-los. E para ficar em renda fixa, ainda acho o mercado brasileiro imbatível.

        Vou dar uma olhada no livro que recomendou!

        Abraços!

        Curtido por 1 pessoa

      4. Opa André, pois eh, ainda bem que vc tem esse seguro. como vc compra o ouro? pelo IAU? Ou pelos certificados de Perth? Então, pelo livro que te indiquei vc vai ver como fazer para se proteger em diversos cenários, de forma tranquila e semi automatica. Mas se o mundo acabar aí não tem jeito. Eu não sei como você e diversos outros investidores acham tanta vantagem assim em ganhar uns 4,5% reais (acima da inflação) e em R$ todo ano. Talvez é pq eu tenha pouco dinheiro e aí eu queria arriscar mais para ganhar mais. Se talvez eu tivesse uns 5 milhões de reais já colocaria em RF e ficaria mais satisfeito. Acho que a minha alocação em RF vai crescer proporcionalmente com o tempo. Certeza que você vai gostar do livro! Abraço!

        Curtir

      5. Frugal, como está meu amigo?
        Acho que você fez uma boa escolha. Agora, o S$P500 não deu 6.6% real desde 1808. Primeiramente, que a criação do S&P500 é muito mais recente. Em 1808, só havia empresas de ferrovia basicamente na bolsa de valores americana. Além do mais, se você pegou esses dados do livro do Siegel, saiba que os dados entre 1808 e 1890 são contestados, a base não é tão forte.
        Além do mais, os EUA, acredite, foram a exceção. Se quer uma leitura de qualidade, leia os relatórios anuais do Credit Suisse. Neles, você vai ver o desempenho de diversas classes de ativos de vários países, e observará que os EUA foram uma exceção em retornos. Tanto que há diversos estudos sobre Taxa Segura de Retirada que enfatizam que as taxas “seguras” americanas foram muito maiores do que diversos outros países desenvolvidos.

        O câmbio tende a respeitar o poder de compra entre as moedas no médio-longo prazo. Se o dólar for a R$8,00 quer dizer que teremos uma inflação muito alta. Então, a preocupação maior será a preservação do capital em termos reais.

        Sobre se proteger com dólar e ouro, como o colega André disse fazer, é preciso lembrar que a expectativa de retorno de longo prazo do dólar em relação ao real, em termos reais, é próxima de zero (como muitos outros países atestam, o retorno real em longos períodos de tempo tende a ser zero entre moedas). Se assim o é, o dólar é um seguro. Não faz muito sentido pagar muito caro por um seguro. É por isso que alocações muito grande em dólar tendem a ser um peso, em termos reais, para o retorno global do portfólio.

        Sobre a desvalorização de 40%, há um equívoco quando você disse que ficamos mais pobres em relação ao resto do mundo. O dólar da Austrália e da Nova Zelândia tiveram profundas desvalorizações frente ao dólar em 2015, eu sei disso porque viajei 6 meses por esses países no ano passo, e vivi em in loco. O que houve foi uma grande apreciação do dólar frente a uma gama grande de moedas. O real se desvalorizou mais em 2015, é verdade, mas isso foi da ordem de 10-15% em relação a outras moedas.

        Espero que esteja tudo bem.

        Abraço

        Curtido por 1 pessoa

      6. Grande mestre Soul! Por onde andas? Teve um post que escrevi que se chama “86 anos de ações” onde tem um gráfico que a fonte é o Morningstar que fala de 6,7% depois da inflação do SP500, de 1926 até 2012, deu quase a mesma coisa do Siegel, e 4,5% after taxes e inflação. Deu quase a mesma coisa que um título da dívida pública daqui, com a diferença de que não vai vencer e a gente tem a venda sem impostos para valores de até 35k. Considerando que as inflações dos EUA e do Brasil também vão se compensar no longo prazo junto com o câmbio. Eu acho que os EUA sempre serão a exceção, de fato, não vejo com bons olhos o destino da Europa nos próximos 30 anos. Sobre o câmbio, estou de acordo, acho que o real já se recuperou esse ano pois valorizou 20%, mas o susto foi grande e nos ensina muitas lições, quem tinha planos de emigrar se viu frustrado. A gente nunca sabe quem vai ser o próximo louco que vai ser o presidente e o que isso vai acontecer. No momento o valuation do mercado americano está muito alto de fato, deve vir correção por aí. Tem um site muito legal que mostrar o CAPE e aquele índice Schiller de vários mercados, vou até colocar ele aqui no menu. Grande abraço!

        Curtir

      7. Fala Frugal, estou no Tajiquistão fronteira com Afeganistão. Na verdade, passei alguns dias pelo Wahan Valley, e foi incrível. Nunca vi nada parecido.

        Então, 1926-2012 aí tudo bem. É que no seu texto você dizia desde 1808. Eu acho bom você diversificar em ativos reais. Vi que colocou um ETF com 300 Reits, barbaridade. Com isso à disposição e capital, não há porque ficar fazendo stock picking, a não ser que seja uma parte do capital que você queira brincar de especular.

        Sim, mas veja que o dólar estava desvalorizado em relação a uma cesta de moedas há bastante tempo. Assim, a desvalorização do real teve uma componente interna (bagunça do país) e uma componente externa muito maior. Quantos artigos não foram escritos na Blogosfera sobre a destruição do sonho de emigrar. Previam dólar a 5,00-6,00. Hoje o dólar está abaixo do valor de paridade, e há pessoas achando que ele pode voltar a R$2,50-2,70. E haja recency bias para fundamentar essas mudanças bruscas de humor.

        No mais, espero que esteja tudo bem contigo, não apenas do aspecto financeiro (que aparentemente vai tudo bem), mas em outros aspectos importantes da vida também.

        Grande abraço!

        Curtir

      8. Valeu meu amigo, tá tudo indo bem por aqui sim, nos outros aspectos, nada muito diferente da rotina, só estou precisando de uma praia. Esse pessoal aí fala inglês não né? No tajiquistão? Abraço!

        Curtir

      9. Olá Frugal!

        Esse rendimento que vc falou tá muito baixo rsrs. E acredito que vc esteja considerando em comprar e esquecer até o vencimento. Dá para ganhar muito mais do que isso se fizer uma gestão (semi)ativa. Veja o que rendeu nos últimos 12 meses a NTNB35, por exemplo.

        Quando ao ouro, é um meio bem seguro, mas não vou entrar em detalhes aqui por questões de privacidade, ok?

        Abraço!

        Curtir

      10. tudo bem André, sobre o ouro eu estava pensando em comprar o ativo IAU, da ishares mesmo. Eh, eu vi que o ntnb os juros baixaram e os títulos subiram, muito bom pra quem estava comprado mesmo. Eu tinha ficado de fora e agora vou ter que comprar com essa taxa atual que ainda está boa. Grande abraço André.

        Curtir

    2. Sobre a valuation no exterior.
      Quando estava numa vila chamada Murgab no Tajiquistão, encontrei um rapaz que nasceu nos EUA, filho de pai Congolês e mãe Chinesa. Nunca tinha visto alguém com aspecto chinês e negro. Ele trabalhava num banco de investimentos em Londres e estava fazendo trilhas no Tajik. Conversamos sobre mercados, e externei para ele a minha desconfiança de taxa de juros nominais negativas em títulos de maturação longa (como os bonds suíços, alemães, etc de 10 anos). Ele simplesmente concordou.
      Não tenho capacidade técnica para analisar o que realmente representa juros nominais (e não reais) negativos. Porém, é para se desconfiar.
      Sendo assim, para mandar dinheiro para o exterior, sendo um brasileiro, em minha opinião o câmbio deve estar próximo ao poder de paridade (e no presente caso está até abaixo) e a situação no exterior tem que estar mais clara, o que não é o que vislumbro.
      Sendo assim, pretendo construir meu portfólio internacional lá pelo final de 2018, talvez até lá muitas coisas fiquem mais claras. Porém, tenho claro que é importante a exposição lá fora em ativos reais. No meu caso, quero chegar a 1M ou 1,2M dólar investidos lá fora.

      Abraço

      Curtir

      1. Opa Soul, realmente tá difícil entender, acho que a bolsa americana está bem over mesmo, e como a gente sabe, na maioria dos governos democratas o índice cai nos EUA. Eu acho que tem tudo pra cair se a Hillary ganhar, e certamente a política economica dela nao vai ser das melhores, a dívida que o Obama já aumentou muito, vai aumentar ainda mais com a Hillary, capaz do FED subir os juros e aí acho dificil esses outros países segurarem nesses juros negativos. Isso é muito novo pra todo mundo e ninguem sabe explicar. Mas com certeza com um patrimonio do seu tamanho seria uma boa diversificar um pouco fora, até pra dormir melhor, eu que sou muito mais sardinha já me preocupo em estar 100% no Brasil. 1,2M lá fora já irão garantir mais uns 50 anos de viagens suas pro exterior, já pensou nisso? Abraço!

        Curtir

    1. Opa Gustavo, ainda não sei te responder isso, mas no caso de vc querer comprar ativos em outras moedas, ele converte o seu dolar que vc alimenta a conta no ativo e o compra. Mas por exemplo, se vc quiser comprar e ter em cash libras esterlinas, títulos do governo ingles, suiço, ultra shorts de governos, tem ETF de ouro, prata, titanio, outras commodities, tem até ETF de uma cesta de commodities incluindo ouro, prata, petróleo. Mas uma solução mesmo de ter outras moedas na conta é comprar os títulos ultra shorts desses governos, nessas moedas, e ainda ganha um jurinho de nada, é tipo o nosso tesouro selic. Abraço

      Curtir

  5. Grande Frugal, parabéns pelo passo grandioso!

    Gostaria de sugerir que quando você for retirar esses investimentos, fizesse mais um pos dedicado ao resgate deles, em detalhes, como esse aqui.

    Esse material que você anda compartilhando é ridiculamente exclusivo na internet, muito obrigado mesmo por dividir essas experiências de forma tão clara e simplificada.

    Até os termos em inglês do vocabulário das ações eu já estou me acostumando.

    Aguardo pela próxima postagem!

    Curtir

    1. PS: Uma pergunta relevante que me veio a cabeça agora: Para abrir conta no BB Americas, e fazer todas essas transações nos Estados Unidos, você precisa de um Social Security Number? Você tem um?

      Curtir

      1. opa Mark, nao precisa ter SSN, no post sobre o bb americas eu expliquei tudo. Vc só precisa ter conta no BB aqui no Brasil. Paguei só 0,38% de transferencia em cima do dolar comercial. É muito bom, vale a pena, e vc ainda ganha um cartao de credito e debito pra usar em viagens, eh um pouco mais de liberdade.

        Curtir

    2. Valeu Mark, obrigado! O resgate para o Brasil acho que dificilmente eu vou querer fazer, pq basta transferir de volta o dinheiro de alguma venda para o BB americas e usar ele com o cartao de credito ou debito, ou apenas sacar no caixa eletronico daqui.

      Curtir

  6. Olá Frugal!

    Onde você costuma acompanhar os dados das bolsas no exterior? Bloomberg? Direto no HB da corretora? Gostei do exemplo da SP500 que mencionou.

    Já estive planejando investir no exterior e acabei adiando os planos porque meu orçamento para isso não é o suficiente para me dar segurança, vou ficar acompanhando sua trajetória, desejo a você muito sucesso no novo investimento!

    Curtir

    1. Valeu Pobretão!

      Para eu que vou fazer o Buy and hold só o Morningstar e o gurufocus me bastam. Além do site da iShares e da Vanguard. Os links para esses sites já estão aqui no meu menu de links.

      Não tenha pressa para começar, isso leva um tempo mesmo. Você pode começar pelo ivvb11 tb, acho uma excelente opção. Abraço!

      Curtir

  7. Frugal, tudo bem?

    Descobri seu blog na semana passada, parabéns pelo conteúdo. Eu tenho conta numa corretora europeia e ETFs da Comstage (Commerzbank). Como sou estrangeiro não-residente, não sou taxado na fonte. O custo dos ETFs é bem similar ao dos iShares, mas o domicílio é Alemanha.

    Faz muita diferença em termos de retorno pela tributação na fonte? Não ficou claro pra mim. Se for o caso passo a acumular esses ETFs ao invés dos Comstage.

    Desde já agradeço!

    Curtir

    1. Opa anon, essa Commstage eu já dei uma olhada no site deles, são produtos muito bons também. Vc tem certeza que o domicilio dos ETFs é na Alemanha? Eu acho bom vc dar uma checada, me parece que a Alemanha taxa pesado os investidores com domicílio na Alemanha. Se não tributar aí vale a pena você dar uma olhada apenas nas fees dos ETFs. Uma coisa extra é que os valores desses etfs da ishares achei um pouco alto, tipo, 3 mil libras esterlinas, não é pra qualquer um, acho que os da Commerzbank são mais líquidos se forem mais baratos (estude a liquidez de ambos) pq se for vender o spread fica ruim. Veja se a sua corretora dá acesso também, veja se dá pra comprar o SWDA por exemplo (fee de 0,2%).

      Curtir

      1. My bad, os ETFs são domiciliados em Luxemburgo.🙂

        Tenho o equivalente da ComStage ao SWDA, que também tem custo total de 0,2%, e comprei o EURO STOXX 50 NR UCITS com custo de agradabilíssimos 0,08% no Brexit.

        A liquidez não é tão boa quanto a dos ETFs da iShares, naturalmente, mas não me pareceu ruim. As compras que fiz foram bem pequenas, tenho cerca de 2k euro nos dois ETFs somados, também comecei a diversificar no exterior recentemente.

        Pretendo continuar acumulando no MSCI World e estou procurando algum REIT interessante, mas não conheço nada desse mercado, nem FII possuo aqui no Brasil.

        Curtir

  8. Frugal, você poderia fazer um post sobre sua carteira internacional? E por que escolheu cada ativo?
    Mais uma coisa, o que você recomendaria para o meu caso, que não tenho paciência para acompanhar o mercado internacional? Sou o tipo de cara que não quer ter o melhor ganho de todos, porque não tenho tempo nem paciência para estudar muito. Me contentaria em ter dinheiro investido no exterior ganhando de forma consistente e segura. O melhor para isso seriam ETFs? Esses do iShare? Quais tipos? Obrigado pela ajuda!

    Curtir

    1. Opa Bat, minha estrategia é de etfs mesmo, maior parte em acoes, um pouco de reits e de bonds apenas para diversificar. A sua estratégia é igual a minha, a passiva, o CSPX da ishares indexa o SP500, taxado em apenas 15% e sem dividendos. O SWDA pega EUA, Europa e um pouco da Ásia, tb nao paga dividendos e é taxado apenas em 15% nos dividendos. Acho que o melhor caminho, seria mesmo, por meio desses etfs baseados na Irlanda ou Luxemburgo. Você pode dar uma pesquisada na página que coloquei no link lá embaixo da ishares UK. Tem de bons e de REITS também. Abraço!

      Curtido por 1 pessoa

      1. Frugal, esses 15% são cobrados na fonte na Irlanda? Vc além da Berkshire pretende ter outra ação ou REIT comprado diretamente? Futuramente se vc emigrar para fora e se os EUA estiverem num bear Market vc usaria os ativos do Brasil para custear as despesas fora, já que não venderia os ETFs no bear market?

        Curtir

      2. Ainda não transferi os 10k do BBA para a IB pq estou estudando em quais ativos alocar.
        Conforme seu comentários com o soul surfer onde existe o risco de correção do s&p500 após a eleição americana, vc pretende manter os aportes de metade de sua renda mensal na carteira internacional?
        Eu invisto tb no FIM Adam Macro do gestor Apeal ex Safra e ele aposta que o S&P500 continuará se valorizando.

        Curtir

      3. grande Gtt, eu estou bem concentrado em ações aqui no BR ainda, estou querendo aumentar RF e fiis por aqui, lá fora vai ser 75% em ações, a idéia é ir comprando um valor fixo todo mês, aos poucos vou divulgando minha carteira aqui com cada compra. Já estou fazendo o primeiro post. Mas sim, a minha idéia é ter 50% Brasil e 50% exterior daqui a uns anos e depois ficar só balanceando, pra atingir isso aí vai demorar um pouco. Grande abraço!

        Curtido por 1 pessoa

      4. São cobrados sim. Mas os etfs lá não tem distribução, os 15% que sobram eles compram mais ações. Talvez eu compre algumas ações apenas para complementar a minha carteira do Brasil, mas poucas mesmo. REITs só vou comprar por ETF mesmo. Usaria sim, principalmente os rendimentos dos fiis. Eu tenho plena convicção de que se vc conseguir ganhar o equivalente a hoje uns 4 mil dolares mensais seja lá como for dá pra viver tranquilamente em qualquer país do mundo, isso aí seria uns 1.4 milhões de reais em fiis e renda fixa em preços de hoje. Daqui a uns 5 anos acho que dá sim.

        Curtido por 1 pessoa

  9. Frugal, tudo bem?

    Descobri seu blog na semana passada, parabéns pelo conteúdo. Eu tenho conta numa corretora europeia e ETFs da Comstage (Commerzbank). Como sou estrangeiro não-residente, não sou taxado na fonte. O custo dos ETFs é bem similar ao dos iShares, mas o domicílio é Alemanha.

    Faz muita diferença em termos de retorno pela tributação na fonte? Não ficou claro pra mim. Se for o caso passo a acumular esses ETFs ao invés dos Comstage.

    Desde já agradeço!

    Curtir

  10. Grande frugal!
    Parabéns pelas escolhas, logo quero seguir esse caminho…
    Se não for pedir muito, poderia fazer comentário sobre imposto de renda dos ativos no exterior? Não precisa ser logo, mas quando tu for fazer as declarações, ou tiver que pagar, ou quais as tuas escolhas para evitar o pagamento de IR, etc. Essa parte do IR é uma que me preocupa muito quanto a investir no exterior. Obrigado e sucesso!

    Curtir

    1. opa Luis, então, investindo em ETFs no exterior que REINVESTEM os dividendos e não me paga nada, fica tudo mais simples. Vc soh vai ter que declarar o preço de compra e a quantidade, igual com ações aqui, não precisa se preocupar com os dividendos. As escolhas sao ETFs que reinvestem tudo. yield = 0% Abraço

      Curtir

  11. Investir internacionalmente para mim é = a ETF’s (tanto de reits quanto de stocks quanto de bonds). É o melhor instrumento para investir, com diversificação intrínseca em diversos países. O porém são as distribuições (dos baseados no USA) que matam 30%.

    Curtir

    1. Fala BPM! Opções é o que não lhe faltam. Tem muito bond bom pagando mais de 5% a.a em dolar e euro. Tb tem mts etfs e reits. Qual a sua dúvida? Qual seu objetivo? Diversificar? Proteger? Ampliar os horizontes? Tem que primeiro definir bem isso, pra ficar tranquilo, nem sempre a gente tem que visar rentabilidade, essa é uma palavra traiçoeira. Abraço.

      Curtir

      1. Então Frugal, já tenho meu objetivo definido. Quero manter uma quantia para me custear fora, isto é, no momento, custear viagens e mais futuramente custear uma moradia de alguns meses em alguns países então quero exatamente algo como bonds e ETF para comprar e não me preocupar muito além de que protejo parte do meu capital.
        Não estou visando ganhar a rentabilidade máxima, essa de 5% a.a pra mim já tá ótimo, qual seria?

        Curtir

      2. BPM, dependendo do seu capital dá pra dar uma variada boa né? Colocar ações, bonds, reits. Pra garantir 100% mesmo melhor bonds mesmo, ações mesmo, bom comprar etfs de vários países ou então o SWDA. Dá uma estudada nele. E também tem mt etf de bonds, em moedas boas como a libra. Eu tenho pra comprar o CSPX, o SWDA, CSX5, berkshire, VGLT (bond) e estou vendo os bonds ingleses também.

        Curtir

  12. Frugal, sou iniciante, mas gosto de pesquisar já para planejar o futuro (onde imagino investir no exterior). Fiquei com dúvidas em relação as taxas que você tem no BBA e na própria corretora, são taxas mensais/anuais? Como faz para pagá-las? Deixa uma sobra na conta de cada uma, ou transfere?

    Curtir

    1. Opa anon, a taxa do BBA é se vc deixar deixar menos que 10 mil dolares mensais na conta, e eu acho que vale a pena nao deixar essa quantia toda por causa dessa simples taxa. A taxa vem descontada mensal da conta, normal. Na IB também, eles vao descontar do seu saldo, é só deixar uma sobra mesmo. Abraço.

      Curtir

    1. Opa Mark, eu nao conheço bem o serviço deles, devem cobrar taxas né? Pro pequeno investidor não sei se é negócio. Vc pode entrar no mercado americano comprando apenas o ivvb11 mesmo ou então abrindo uma conta direto numa corretora americana ou européia. Abraço!

      Curtir

    2. É livre, os caras ficaram muito putos com isso, pra variar o caldo engrossou no governo do comuna Obama, tem muita gente pedindo renúncia de sua cidadania americana, principalmente quem já morava fora ou tem muitos negócios fora. É totalmente imoral isso.

      Curtir

  13. Frugal, queria uma opiniao tua. Nao sou correntista do BB (sou do itau), e agora o BB limitou a conta digital para 5 mil reais. Qual voce acha que seria a melhor alternativa nesse caso para ter uma conta na IB?

    Curtir

    1. Se vc tiver só itaú vai pagar mt taxa pra mandar o dinheiro pra ib. Vc pode abrir uma conta normal no BB e deppis entra na internet e cancela o pacote, eu fiz isso, daí vc só paga o que usar. Um ted tá 8,60. Nao fica caro não.

      Curtir

      1. Vou pesquisar isto! Outra opcao, no meu caso, talvez seria a usar a Drivewealth e remessa online. Mas compartilho tanto das tuas opiniões que achei que a IB seria a melhor pra mim.

        Curtir

      2. Pelo site do BB não menciona nada (pra variar) do valor de manutenção de conta, nem do tipo/serviços que ela contempla. O site do BB Americas consegue ser MUITO melhor e mais específico do que o próprio BB hehehe. Frugal, você que já pesquisou bastante, que diferença básica encontrou da DriveWealth para a IB? Começo a achar que mesmo gastando um pouco mais talvez no envio pelo RemessaOnline acabaria sendo mais prático do que manter uma conta nova no BB, só pra me permitir abrir a bbamericas.

        Curtir

      3. Bom dia Anon! Drivewealth só vai lhe dar acesso à parte da bolsa dos eua. Não lhe dá acesso em outros mercados no mundo. Minha estratégia é baseada em comprar etfs de acumulação na Irlanda, por isso não dá pela drive. Com esses etfs eu nao vou receber dividendos e os que as empresas pagarem só serão taxados em 15% na Irlanda. Se vc comprar um etf nos eua vai ser taxado em 30% na distribuição dos dividendos. No longo prazo isso faz mt diferença. Vendendo o seu etf na irlanda menos que 35k dolares mensais vc nao paga imposto nenhum, nem sobre o ganho de capital. Vou fazer um post mais específico sobre isso. Abraço

        Curtir

      4. Entendi, é já matou a questão pra mim. A opção da DW me parece a mais prática de operar, mas por essa tua análise me parece a IB (ou outra similar) mais interessante. Eu hoje não tenho como sair do Itaú, terei que estudar como fazer. Essa conta normal no BB que você falou, que depois cancela o pacote na internet, não tem custo de manutenção?

        Curtir

  14. Frugal,

    A estratégia de investir em ETFs com yield zero é acumular patrimônio, esperando sua valorização até atingir a LF, para então vendê-los e aplicar em investimentos que paguem um yield mensal ou vendê-los parcialmente a cada ano?

    Parabéns e um abraço!!

    Curtir

    1. opa Felipe, como falei anteriormente a taxa segura de retirada é de 4% a.a e fiz até umas simulações. Evite yield mensal. Para o investidor brasileiro que comprar qualquer produto fora, QUANTO MAIOR O YIELD PIOR. ETF com dividendos zero é uma verdadeira mão na roda. Quanto mais yield mais imposto, é pior. Não faz diferença você vender um pouco a cada mês ou receber os dividendos (aliás é pior receber os dividendos pois você pagará o imposto).

      Imagina que você tem 100 mil dolares num ativo que lhe paga 6% de yield.

      Vai receber 6000 dolares anuais.
      Dos 6mil a quadrilha vai lhe roubar 1800 em imposto e você só vai ficar com 4200 na mão. Em termos líquidos seu yield caiu de 6 para 4,2%. Se o ETF reinveste o yield e nunca paga nada, você vai lá, vende um pouco quando e se precisar e não paga imposto nenhum. Deu pra entender? Abraço.

      Curtir

  15. Frugal, tô dando umas pesquisadas. Ví que pelo site do blackrocks eles tem a opção de escolher qual pais você quer ver os investimentos, inclusive no Brasil onde mostra apenas 5 (BOVA11 e outros). O interessante é que não tem o link para a Irlanda. Procurei no google mas não achei também, só vi alguns ETF listados lá. Bem interessante o site. Agora realmente é estudar o que comprar e onde porque é um grande shopping. kkkkkk

    Curtir

    1. Meu amigo, PRIMEIRAMENTE, PARABÉNS!! Fico feliz por você! Você vai ver o quanto é libertador ter a conta na IB, poder comprar empresas no mundo todo e se libertar dessa bovespa e desse país que não vai pra frente nunca. Quiser comprar uma farmácia vai de CVS, quiser comprar uma empresa boa de TI vai de SAP, diversão vai de Disney, internet vai de Google, ETFs pra vida toda vai de CSPX e SWDA. A IB é extremamente organizada, estou gostando. Eu uso o webtrader mesmo no PC para fazer as transações. Eu abri a conta de fato sem depositar os 10k e nem me lembro se forçaram a barra pra eu depositar, mas como eu já tinha lido nos fóruns e num site americano que comparava as corretoras dizia sim que eram 10k, então fiquei com medo de não depositar e encerrarem. Eu sei que é o valor de um carro zero km mas é o jeito. Tem como comprar várias moedas também pelo forex interno da corretora e aí você compra os ativos pela moeda deles, é bem tranquilo e legal. Fico feliz de ver mais um guerreiro na IB. Existe um chat on line 24h em inglês que é muito bom, você pode perguntar para o atendente de lá, tenta aí e confirma. Um abraço!

      Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s